A Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos Alerta: o trabalho de conscientização dura o ano todo

Chegou o mês da luta pela conscientização da detecção precoce do câncer de mama: o Outubro Rosa. Momento em que o mundo inteiro se une para pensar sobre a importância da realização de exames preventivos, da mamografia e de idas regulares ao ginecologista. Em Petrópolis, não é diferente. Liderado pela APPO, Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos, diversas ações serão realizadas ao longo do mês.

Este ano, o slogan da campanha da APPO é: “Sua Saúde está em suas mãos. Cuide Agora, Cuide Sempre”. Além das palestras realizadas em escolas, associações de moradores, empresas, postos de saúde, dentre outros, diversas ações também serão realizadas por toda a cidade.

Os principais monumentos históricos de Petrópolis recebem iluminação especial em rosa, cor que simboliza a luta pelo câncer de mama. No último dia 04 de setembro, foi realizada a abertura oficial do evento na Câmara Municipal, e além da inauguração da iluminação especial, também houve a apresentação do Coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis e Ana Hannickel.

“O Outubro Rosa esse ano está muito mais rosa porque o nosso coração está rosa de alegria, pois a gente está conquistando um espaço cada dia maior para o paciente de câncer dentro da nossa cidade”, declara Ana Cristina Mattos, presidente da APPO.

A APPO foi fundada em 1992 e este ano comemora 25 anos de história, atendendo pessoas necessitadas por meio da doação de alimentos, vestuário, medicação de suporte, bolsa de higiene e limpeza, empréstimos de perucas, cadeiras de rodas, colchões de água, próteses, além de atendimento com assistentes sociais, psicóloga, nutricionista e fonoaudióloga.

A APPO é reconhecida como uma entidade de Utilidade Pública Municipal, Estadual e Federal, já recebeu monções honrosas da Câmara Municipal de Petrópolis e a Medalha Tiradentes da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Durante todo o ano, promove eventos e campanhas de conscientização junto aos pacientes, famílias e a sociedade.

 

Texto adaptado da Assessoria da APPO