Primeiro evento com a regra em vigor deve ser a Exposição Agropecuária de 2020

A Câmara Municipal aprovou projeto de lei que proíbe o uso de copos plásticos, exceto os biodegradáveis, em grandes eventos do calendário oficial da cidade. A regra vale para a Bauernfest, o Natal Imperial, o Bunka-Sai, a Serra Serata e exposições realizadas no Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava. O projeto, pioneiro no Estado, segue agora para sanção do prefeito Bernardo Rossi e deve entrar em vigor em 180 dias, garantindo tempo para adequação dos organizadores dos eventos. O projeto também prevê multa para casos de descumprimento.

A iniciativa, proposta pelo vereador Hingo Hammes, reforça as ações de estímulo à sustentabilidade já desenvolvidas na cidade. Em festas como estas o volume de copos descartados após o uso é enorme. Em um evento de 10 dias, são cerca de 120 mil copos plásticos que acabam misturados ao lixo comum, gerando grande prejuízo ao meio ambiente", explica o vereador.

A proposta é que, nestes eventos, o consumidor leve seu próprio copo ou opte por copos biodegradáveis ou retornáveis, já utilizados em alguns eventos no município.

"Temos exemplos bem sucedidos que são aplicáveis nestes grandes eventos. Um das opções é oferecer ao consumidor no ato de compra da bebida um copo retornável. Ele paga um valor pelo copo e o utiliza durante toda a festa. Antes de ir embora, ele pode devolver o copo e receber o valor pago de volta ou levá-lo para casa. É uma ação que estimula o consumo mais consciente e assegura benefícios diretos ao meio ambiente", diz o vereador.

Os copos plásticos

A maioria dos copos de plástico descartáveis utilizados no Brasil hoje são produzidos a partir de poliestireno, componente derivado do petróleo, uma fonte não renovável de matéria-prima. Produtos fabricados a partir desse material não são biodegradáveis e, por isso, resistem muito tempo no meio ambiente, podendo ultrapassar os 450 anos.